Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA!

Aviso de coleta de dados

Nós mantemos um registo dos seus dados para fazer funcionar este sítio web. Ao clicar no botão, concorda com a nossa Política de Privacidade.

facebook logo with graphic

Siga-nos no Facebook

Veja notícias da empresa, notícias do mercado e muito mais!

Obrigado. Já sigo a vossa página!
forex book graphic

Livro de Forex para principiantes

O seu grande guia no mundo do trading.

Obtenha o Livro de Forex

Confira a sua caixa de entrada!

Encontrará no nosso e-mail o Livro Básico de Forex. Basta tocar no botão para obtê-lo!

Área Pessoal Móvel FBS

market's logo FREE - On the App Store

Get

Alerta de risco: ᏟᖴᎠs são instrumentos complexos e vêm com um alto risco de perda rápida do dinheiro devido à alavancagem.

73,21% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro ao negociar ᏟᖴᎠs com este provedor.

Deve considerar se entende como funcionam os ᏟᖴᎠs e se tem condições de assumir o alto risco de perder o seu dinheiro.

2023-05-10 • Atualizado

Como elaborar um plano de negociação vencedor para o mercado cambial?

cover.png

Muitos corretores começam a negociar no mercado cambial na esperança de lucros rápidos e sem esforço. É verdade que o mercado cambial oferece aos operadores muitas oportunidades de ganhar dinheiro com os movimentos de preços. No entanto, é difícil ter rendimentos consistentes sem um planeamento adequado e uma boa estratégia, porque as decisões impulsivas e a falta de autocontenção podem transformar qualquer operação em prejuízo.

Neste artigo, vai descobrir o que é um plano de negociação, porque é importante ter um antes de começar a negociar e como construir um plano de negociação vencedor, ajudando-o a aumentar as suas probabilidades de sucesso ao negociar no mercado cambial.

O que é plano de negociação?

Simplificando, um plano de negociação para o mercado cambial é um conjunto de regras e instruções que os operadores de mercado estabelecem para conseguirem operações lucrativas. Um plano de negociação típico inclui as informações mais importantes que o corretor deve ter em consideração antes de abrir uma nova posição: a seleção do momento, a dimensão da negociação, a gestão de riscos e os pontos de entrada e de saída. Também pode incluir algumas regras gerais, como o estilo de negociação que o operador prefere, em que ativos se deseja focar, os seus objetivos em termos de lucro para uma semana ou um mês, etc.

É importante lembrar que o seu plano de negociação deve refletir as suas necessidades e planos. Usar o plano de outra pessoa na negociação não seria muito eficaz, pois cada corretor tem diferentes meios, recursos e objetivos. Desenvolver um novo plano de negociação de raiz pode ajudá-lo a avaliar as suas capacidades financeiras e a perceber o ritmo mais adequado para o seu nível de competência.

1288-05.png

Porque é importante o plano de negociação?

Nas últimas duas décadas, o mercado cambial atraiu muitos operadores principiantes com pouca experiência profissional nos mercados financeiros. Por esse motivo e devido à ausência geral de limitações no mercado, é muito fácil os operadores, principiantes e experientes, perderem-se nas constantes oscilações de preços.

Sem um plano coerente e sem objetivos bem definidos, arrisca-se a perder a melhor oportunidade para abrir ou fechar uma operação. Por sua vez, um plano de negociação proporciona uma estrutura essencial à negociação, ajudando-o a compreender melhor os seus limites e objetivos, garantindo uma negociação mais adequada. É igualmente uma boa forma de acompanhar estratégias bem-sucedidas e mal-sucedidas, por forma a aprender com os erros e a aperfeiçoar as suas competências.

10 passos para construir um plano de negociação de sucesso

1. Prepare-se mentalmente

Os operadores do mercado de divisas trabalham num ambiente acelerado e muito exigente, em que cada segundo pode oferecer ou retirar novas oportunidades. Para conseguir acompanhar os preços em constante mudança e ser capaz de tomar decisões rápidas e racionais, precisa de se concentrar exclusivamente na negociação.

No entanto, se acha que não dormiu o suficiente ou está a ter dificuldade em se concentrar numa tarefa, negociar nesse estado pode ser mais prejudicial do que vantajoso. Quando não se consegue concentrar, corre o risco de perder oportunidades, podendo até incorrer em prejuízos.

Além disso, é fundamental controlar as suas emoções enquanto negoceia. Apegar-se a posições abertas, mesmo quando todos os sinais lhe dizem para as fechar, e tomar decisões irracionais por raiva ou desespero é prejudicial não apenas para a sua saúde, mas para a saúde do seu bolso.

Muitos corretores praticam mindfulness e meditação, para entrar na mentalidade de negociação e eliminar as distrações. Alguns até usam mantras de mercado e repetem-nos antes de começar a negociar. Independentemente do que o ajudar a manter o foco, é importante ser capaz de reconhecer quando não está concentrado e voltar a negociar apenas quando se sentir pronto. Saber um pouco sobre a psicologia da negociação pode ajudá-lo a reconhecer padrões de pensamento prejudiciais e a agir rapidamente proteger o seu dinheiro de atitudes precipitadas.

2. Procure oportunidades

Por um lado, negociar em mercados voláteis e imprevisíveis pode ser realmente difícil e arriscado, se não tiver qualquer experiência com variações inesperadas de preços. Por outro, se o mercado não registar qualquer evolução, é difícil encontrar boas oportunidades de negociação que possam significar lucros significativos. É por isso que deve estar ciente do que se passa no mundo das finanças, pois pode influenciar o mercado e criar ou retirar oportunidades de negociação.

Para tal, deve acompanhar os acontecimentos que podem afetar o desempenho do ativo em que está interessado. Recomendamos também que consulte o Calendário económico da FBS. Nele encontrará publicações de dados económicos e de lucros das empresas, que têm igualmente um forte impacto no mercado. Saber de um determinado acontecimento antes do público pode ajudá-lo a analisar rapidamente as probabilidades, a preparar-se para eventuais mudanças no mercado e a planear as suas operações em conformidade.

3. Utilize a análise técnica

Se já fez algum curso para principiantes, sabe que a análise técnica é uma parte importante da negociação. As ferramentas de análise técnica utilizam dados estatísticos recolhidos da atividade de negociação e de preços históricos, prevendo os futuros movimentos de preços. Os corretores utilizam a análise técnica para analisar os níveis de oferta e de procura do mercado e isso pode afetar as alterações no preço e no volume de um ativo negociado, como também causar alguma volatilidade no mercado.

Hoje em dia, as plataformas de negociação oferecem uma ampla gama de ferramentas de análise técnica: programas de reconhecimento de padrões gráficos, osciladores, volume, momentum e indicadores de médias móveis, etc. Utilizar estas ferramentas para detetar padrões de gráficos, desenhar linhas de suporte e de resistência no gráfico, identificar a direção da tendência pode ajudá-lo a planear melhor a sua próxima ação e a encontrar pontos de entrada e de saída com maior precisão.

4. Escolha o seu estilo de negociação

Antes de se aventurar a abrir as suas primeiras transações, deve decidir o estilo de negociação a adotar, pelo menos temporariamente. O estilo que escolhe depende da quantidade de tempo e dinheiro que pode investir na negociação. Geralmente, a maior parte dos corretores adota o day trading, swing trading ou position trading.

  • O day trading consiste em comprar e vender ativos num único dia. Os day traders, ou especuladores a curto prazo, geralmente mantêm as suas posições abertas durante algumas horas, mas às vezes durante apenas 10 a 20 minutos. Os especuladores a curto prazo tentam lucrar com flutuações rápidas de preços e podem manter até 30 ou mais posições abertas simultaneamente.
  • Os swing traders visam lucrar com as oscilações de preços. O swing trading é considerado um estilo de negociação de médio prazo, visto que os swing traders podem manter as suas posições abertas durante vários dias.
  • O position trading é um estilo de negociação de longo prazo que implica manter posições durante vários meses ou anos. Os position traders tentam prever a tendência subjacente do mercado e lucram com os movimentos de preços a longo prazo. Este estilo também requer um maior capital para resistir às potenciais oscilações e pontos mínimos do ciclo económico.

Como pode verificar, cada estilo de negociação exige um nível de atenção diferente por parte dos corretores. Os day traders necessitam de monitorizar os gráficos constantemente para identificar oportunidades de maior lucro, enquanto os position traders não têm de acompanhar as suas posições todos os dias.

Também é possível ajustar o seu estilo de negociação às condições atuais do mercado. Por exemplo, se o mercado está sob forte tendência, talvez seja melhor adotar o swing trading e captar um grande movimento de preços. Mas se o mercado registar uma evolução limitada, o day trading produz melhores resultados e permite ganhar com as pequenas variações de preços.

1288-04.png

5. Escolha o capital a afetar à sua negociação

Colocar todo o seu capital numa única posição pode até dar-lhe mais dinheiro, mas também lhe pode custar toda a conta de negociação. Por isso é importante afetar apenas uma parte do capital de negociação a cada operação. Dessa forma, não perderá todo o dinheiro se algo correr mal.

O montante de capital que utiliza numa negociação depende da sua tolerância ao risco e do seu estilo de negociação. Se é um position trader e espera obter retornos elevados após um longo período, então afetar mais capital numa dada operação pode gerar resultados melhores. Por outro lado, é muito mais arriscado gastar uma grande quantia de dinheiro numa transação de uma hora durante um mercado volátil, por isso é preferível redistribuir essa quantia por diversas transações.

Em geral, o nível de risco atribuído a uma posição varia entre 1% e 5% do seu capital de negociação. Deste modo, não perderá toda a conta se a operação for mal-sucedida. No entanto, se sofrer uma série de perdas, será melhor fazer uma pausa e voltar a negociar noutro dia, uma vez que as suas emoções podem sabotar as próximas operações.

6. Determine os pontos de entrada e de saída

O próximo grande passo é encontrar as melhores oportunidades para efetuar e sair de uma transação. Ao contrário do que normalmente se pensa, o mais importante é determinar os pontos de saída antes de realizar transações. Por esse motivo, muitos corretores concentram-se na abertura de posições sem antes avaliar as oportunidades de as fechar. Por isso deve procurar pontos de saída antes de assumir um sinal de compra.

Se identificar um potencial ponto de abertura, pense onde pode colocar um objetivo de lucro. Alguns operadores de mercado planeiam a sua saída quando o preço atinge um número redondo (como 50 $) ou quando sobe numa percentagem arredondada (como 15%). Mas as suas ambições devem situar-se sempre dentro de limites razoáveis. Definir pontos de saída muito elevados pode colocar em risco a sua posição e impedir que obtenha lucros exequíveis, embora mais baixos.

Definir regras de entrada é muito mais fácil. Deve procurar um sinal e verificar se há um objetivo de lucro mínimo no intervalo disponível. Se as condições que definir para a transação forem cumpridas, pode abrir uma posição. No entanto, tente que as condições de entrada não sejam demasiado complexas. Será difícil encontrar oportunidades se tiver uma longa lista de condições a cumprir antes de realizar uma operação. É possível definir algumas regras de entrada fixas que não limitam as suas oportunidades para negociar, por isso escolha os sinais de entrada de forma sensata.

7. Gira o seu risco

Assim que encontrar pontos de entrada e de saída, é importante proteger-se contra movimentos inesperados dos preços. Existem muitas ferramentas de gestão de riscos disponíveis para os corretores, mas o mais básico que pode implementar são as ordens "stop". Estas ordens são executadas quando o preço atinge um determinado nível e impedem que este ultrapasse um ponto específico. Tal permite definir um limite máximo para potenciais prejuízos. Também pode utilizar as ordens para realização de lucros, ou ordens "take profit", ou ordens com limite enquanto planeia as suas saídas, para fechar automaticamente uma posição sem ter de o fazer manualmente.

Outra estratégia de gestão de riscos é a diversificação. Se o seu foco é a negociação no mercado cambial, é recomendável abrir posições em vários pares de moedas. Desta forma, se um mercado enfrentar uma queda repentina, outros mercados com uma evolução mais significativa podem ajudar a compensar as suas perdas.

8. Registe as suas operações

Manter registos das suas operações é um hábito muito útil e até mesmo os corretores profissionais com anos ou décadas de experiência o fazem. Deve anotar todos os pormenores importantes sobre as suas transações: pontos de entrada e de saída, seleção do momento, níveis de suporte e de resistência, bem como a abertura e o fecho diário dos mercados. Estas informações podem ajudá-lo a descobrir o que contribuiu para o sucesso ou insucesso das suas transações. Compreender todos os fatores e circunstâncias em torno das suas operações é útil para melhorar tanto a sua estratégia de negociação quanto as suas competências.

9. Analise os seus lucros e prejuízos

É importante saber quanto dinheiro ganhou ou perdeu com as operações. É verdade que focar-se no lado monetário da negociação pode ser prejudicial para as suas operações futuras, mas, em última análise, a negociação é um negócio e o dinheiro é sempre importante. Assim, analisar o seu lucro líquido é uma boa forma de perceber se o seu plano de negociação atual está a funcionar ou se precisa de o ajustar para cumprir os seus objetivos de negociação.

10. Não pare de melhorar

Infelizmente, não existe nenhum plano de negociação de Forex que seja universal. Às vezes, o seu primeiro plano não funciona como imaginou. Outras vezes, funciona no início, mas depois deixa de trazer os mesmos resultados. Também é razoável considerar que as suas necessidades e objetivos de negociação mudam com o tempo, por isso deverá desenvolver um novo plano com isso em mente. A negociação exige crescimento e aperfeiçoamento constantes. Pode utilizar os seus anteriores planos de negociação bem-sucedidos como base para os novos, mas deve sempre esforçar-se por encontrar novas soluções e torná-los ainda melhores.

Conclusão

O mundo da negociação no mercado cambial move-se rapidamente, por isso é fácil perder-se nos preços em constante mudança e nas suas próprias emoções. A melhor forma de garantir negociações bem-sucedidas é elaborar um plano de negociação que acompanhe tudo o que tem de ter em atenção antes de abrir uma nova posição. Um bom plano de negociação pode ajudá-lo a navegar nos mares agitados do mercado cambial, mantê-lo focado e racional, e melhorar as suas competências de negociação muito mais rapidamente do que se negociasse sem um plano.

Este material tem fins meramente informativos e não contém, nem deve ser interpretado como contendo, conselhos de investimento, sugestões ou recomendações em matéria de negociação.

  • 281

Sinta o espírito de equipa

Ligue de volta

Por favor, preencha o formulário abaixo para que possamos contactá-lo

Escolha o melhor horário para telefonarmos. Podemos fazer chamadas de segunda-feira a sexta-feira nos horários sugeridos. Se não conseguirmos contacto, tentaremos de novo no mesmo horário, no dia seguinte. Para assistência em tempo real, utilize o chat da FBS.

Oferecemos retorno de chamadas apenas em inglês. Se prefere outros idiomas, contacte a equipa de suporte.

Faremos contacto no intervalo de horário escolhido

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Faremos contacto no intervalo de horário escolhido

O próximo pedido de contato para este número de telefone estará disponível em 00:30:00

Se tiver um problema urgente, por favor, contacte-nos via
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde