Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA!

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Entre na comunidade da FBS no Facebook!

Livro de Forex para Iniciantes

O livro de câmbio para iniciantes vai guiar você pelo mundo do trading.

Email tooltip

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Área Pessoal Móvel FBS

GRÁTIS

Ver
Forex e commodities em criptomoedas? Stablecoins explicadas

Forex e commodities em criptomoedas? Stablecoins explicadas

2022-03-31 • Atualizado

Informação não é consultoria em investimentos

O que são Stablecoins?

Stablecoins (literalmente “moedas estáveis”) são uma nova classe de criptomoedas que tentam oferecer estabilidade de preços e que são lastradas por um ativo de reserva. As stablecoins ganharam visibilidade com sua tentativa de oferecer o melhor dos dois mundos: o processamento instantâneo, a segurança/privacidade dos pagamentos em criptomoedas e a cotação estável e livre de volatilidade das moedas fiduciárias (o bom e velho USD). Tal como todas as criptomoedas, as stablecoins baseiam-se na blockchain (“cadeia de blocos”), um banco de dados descentralizado que guarda as informações de forma específica. Graças à blockchain, não há necessidade de depender de um único centro de dados, pois guardam-se todas as transações e o próprio livro de registos em cada nó (ponto de intersecção) da rede.

Embora o bitcoin ainda seja a criptomoeda mais conhecida, este tende a sofrer com a alta volatilidade em suas cotações. Basta notar, por exemplo, a alta de US$ 30.000 a US$ 58.000 entre 27 de Janeiro e 21 de Fevereiro de 2021, e a queda de US$ 64.650 a US$ 29.100 entre 14 de Abril e 19 de Maio de 2021. Fazer pagamentos com um instrumento tão volátil acaba por ser uma inconveniência. As stablecoins, por sua vez, oferecem uma solução bem menos volátil. Garantidas (colateralizadas) por ativos da vida real, assemelham-se às moedas fiduciárias, estas atreladas a um ativo subjacente, como reservas cambiais.

Mesmo em alguns casos extremos, quando a cotação de uma moeda fiduciária sofre movimentos bruscos, as autoridades controladoras entram em cena e administram a demanda e a oferta da moeda para manter a estabilidade dos preços. As stablecoins chegaram para ajudar todos os utilizadores de criptomoedas a achar uma ilha de estabilidade em tempos de volatilidade.

Quais são os tipos de stablecoins?

1. Stablecoins lastradas em commodities

Stablecoins atreladas a commodities geralmente têm lastro em ativos tangíveis para alcançar a estabilidade. São exemplos de ativos tangíveis o ouro e até imóveis, mas o ouro é o ativo tangível mais utilizado para garantir as stablecoins. Muitas stablecoins recorrem a um conjunto diversificado de metais preciosos. Exemplos: Tether Gold e Palladium Coin.

2. Stablecoins lastradas em ativos cripto

Estas são stablecoins garantidas por outras criptomoedas. Como a criptomoeda de reserva também pode estar sujeita a alta volatilidade, as stablecoins deste tipo são “supergarantidas” (“supercolateralizadas”), isto é, mantém-se grande número de tokens de criptomoedas como reserva para emitir um número menor de stablecoins. Exemplo. Pode-se manter US$ 2.000 em Ether como reserva para emitir US$ 1.000 em stablecoins lastradas em cripto, amortecendo até 50% das oscilações na moeda de reserva (Ether).

3. Stablecoins lastradas em moeda fiduciária

Stablecoins garantidas por moeda fiduciária mantêm uma reserva em moeda fiduciária, como dólar americano, servindo como garantia para emitir um número adequado de criptomoedas. São extremamente populares, principalmente porque são consideradas como uma impressora para a economia das criptomoedas e porque dão estabilidade em um mercado eternamente volátil. Devem ser submetidas a auditoria para cumprir com as rígidas exigências regulatórias. As criptomoedas garantidas por moeda fiduciária mais conhecidas no mundo são Tether (USDT), USD Coin (USDC) e Binance USD (BUSD), com capitalização total de mais de US$ 100 mil milhões.

4. Stablecoins algorítmicas (senhoriagem)

Stablecoins algorítmicas utilizam algoritmos para aumentar ou diminuir automaticamente as reservas de moedas digitais, como fazem os gestores de oferta monetária no mundo real. Foram amplamente extintas por causa da regulação do mercado.

5. Moedas digitais de bancos centrais (CBDCs)

CBDCs são moedas digitais garantidas pelo banco central de um país. São uma forma de dinheiro garantido pelo Estado, assim como as notas bancárias. São garantidas por Estados; não por empresas, nem por blockchain (no caso do Bitcoin). Por estarem ligadas à moeda de um Estado, as CBDCs flutuarão junto à moeda tradicional. A maioria dos modelos de CBDCs é totalmente regulada sob uma autoridade central. A China foi o primeiro país a lançar o yuan chinês como CBDC, em fase de testes, a Fevereiro de 2021. Não são muito apreciadas na comunidade cripto por causa da centralização total e da ausência de anonimato.

Um brinde ao Tether!

O Tether (ou USDT) é a maior e mais conhecida stablecoin, com capitalização de mercado geral de mais de US$ 62 mil milhões!

imgonline-com-ua-Resize-ZZEql5L9TasMEB.jpg

Fonte: https://www.bloomberg.com/news/articles/2021-07-26/tether-executives-said-to-face-criminal-probe-into-bank-fraud?sref=qgDWnyMx

O Tether foi feito especificamente para formar a ponte entre as moedas fiduciárias e as criptomoedas e oferecer estabilidade, transparência e custos de transação mínimos aos utilizadores. É atrelado ao dólar americano, mantendo taxa de 1 para 1 com o dólar em termos de valor.

Porém, o Tether tem uma desvantagem. O Tether foi acusado por falta de transparência e discrepâncias nas reservas garantidas. A SEC (CMVM americana) processou a empresa Tether e alegou que esta não tinha USD suficiente para garantir cada uma das unidades de USDT emitidas. Contudo, a firma de contabilidade Moore Cayman atestou relatório de “ativos e passivos” do Tether, datado de Fevereiro. Segundo dados de 28 de Fevereiro de 2021, a Tether tinha mais de 100% dos ativos para garantir a emissão de stablecoins lastradas em moeda fiduciária e commodities. Isto não deteve os EUA. Seis meses depois, o Departamento de Justiça pediu a confirmação das reservas. A 9 de Agosto de 2021, a Tether emitiu novo relatório a confirmar outra vez que suas reservas são inteiramente garantidas.

Com a FBS, pode negociar criptomoedas em pares com USDT. É confiável, rápido e popular. Não perca esta oportunidade de navegar na volatilidade com a FBS!

Quais são os riscos?

O maior risco das stablecoins provavelmente é a centralização. As stablecoins devem ser garantidas com um determinado ativo. Não se pode simplesmente minerar as mesmas, como no Bitcoin, ou ganhá-las como recompensa por ser membro assíduo da rede. Logo, ainda que classifiquem-se como criptomoedas e que todas as transações estejam visíveis a todos e sejam irreversíveis e seguras, a emissão de novos tokens concentra-se nas mãos de poucos. Há quem acuse os emissores de stablecoins de praticar pumping no mercado de criptomoedas ao imprimir tokens constantemente.

As criptomoedas ainda são um novo e ambicioso sector do mundo financeiro que está a crescer rápido e produzir oportunidades constantemente. Certifique-se de não perder esta onda!

Fique ligado nos próximos artigos sobre o mercado de criptomoedas e negocie com a FBS!

Não sabe como negociar criptomoedas? Veja um passo a passo simples:

  1. Antes de tudo, certifique-se de que descarregou a aplicação FBS Trader ou o Metatrader 5. A FBS permite negociar ações somente por meio destes dois programas.
  2. Abra uma conta no FBS Trader ou a conta MT5 em sua Área Pessoal.
  3. Comece a negociar! 

Semelhante

Como negociar o padrão Cifra?

O padrão Cifra não é a formação mais famosa do trading, mas é um instrumento que pode ajudar a entender e prever melhor os movimentos do preço.

Escolha seu sistema de pagamento

Seja a estrela de seu jogo

Ligue de volta

Por favor, preencha o formulário abaixo para que possamos contactá-lo

Escolha o melhor horário para telefonarmos. Podemos fazer chamadas de segunda-feira a sexta-feira nos horários sugeridos. Se não conseguirmos contacto, tentaremos de novo no mesmo horário, no dia seguinte. Para assistência em tempo real, utilize o chat da FBS.

Oferecemos retorno de chamadas apenas em inglês. Se prefere outros idiomas, contacte a equipa de suporte.

Faremos contacto no intervalo de horário escolhido

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Faremos contacto no intervalo de horário escolhido

O próximo pedido de contato para este número de telefone estará disponível em 00:30:00

Se tiver um problema urgente, por favor, contacte-nos via
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde